MS 115

A carne dos descendentes dos reprodutores de MS 115 é vermelha, firme e apresenta excelente capacidade de retenção de água.O abate de suínos com 115 kg de peso vivo representa cerca de 25% a mais de carne na carcaça, em comparação com abate de animais com 90 kg. A utilização de reprodutores MS 115 é fundamental para obter esse ganho de produtividade.

 ESTIMATIVA DE DESEMPENHO DOS LEITÕES DE MACHOS MS 115 NA FASE DE CRECHE

Característica avaliada

Embrapa MS 115

Genética x

Genética y

Mortalidade média na creche (%)

0,62

1,25

0,83

Idade média no final da fase de creche (dias)

58,6

58,1

57,9

Peso médio no final da fase de creche (kg)

22,97

22,35

21,85

Ganho de Peso Médio Diário (g)

419

410

399

Consumo médio de ração na fase de creche (kg)

25,66

23,02

24,13

Conversão alimentar média na fase de creche

1,555

1,470

1,566


ESTIMATIVA DE DESEMPENHO DOS LEITÕES DE MACHOS MS 115 NA FASE DE CRESCIMENTO

Característica avaliada

Embrapa MS 115

Genética x

Genética y

Mortalidade média na fase de crescimento (%)

0,00

0,67

0,67

Idade na fase de crescimento (dias)

101,9

101,1

100,8

Peso ao final da fase de crescimento (kg)

60,93

60,74

58,35

Ganho de Peso Médio Diário (g)

871

884

841

Consumo médio de ração na fase de crescimento (kg)

66,27

67,96

65,29

Conversão alimentar média na fase de crescimento

1,769

1,808

1,807


ESTIMATIVA DE DESEMPENHO DA LINHAGEM MS 115 NA FASE DE TERMINAÇÃO, AJUSTADO PARA 115 KG DE PESO VIVO

Característica avaliada

Embrapa MS 115

Genética x

Genética y

Mortalidade média na fase de terminação (%)

1,67

4,03

3,36

Idade ao final do teste (dias)

158,9

154,7

162,5

Consumo médio de ração por suíno nas fases de Crescimento e Terminação

189,22

203,48

192,99

Conversão Alimentar dos 23 aos 115kg de peso vivo²

2,255

2,421

2,399

Conversão Alimentar Carcaça³

3,000

3,330

3,210


MÉDIAS OBSERVADAS DE RENDIMENTO INDUSTRIAL DA LINHAGEM DO MS 115

Característica avaliada

Embrapa MS 115

Genética x

Genética y

Espessura de toucinho (mm)

15,1

17,3

15,4

Profundidade de lombo (mm)

65,9

63,5

65,2

Peso médio de abate (kg)

110,73

114,3

106,13

Peso da carcaça quente (kg)

82,02

84,63

78,86

% de carne magra

59,0

57,3

58,4

Índice de bonificação

111,6

108,7

111,2

Valor médio das carcaças (R$)

247,77

248,75

238,5



DESEMPENHO DA LINHAGEM DE REPRODUTORES SUÍNOS EMBRAPA MS115
(Desempenho dos leitões do MS 115 no crescimento-terminação, sem ractopaminae sem promotores de crescimento):


Fonte- Limaet al. (2018).

OBSERVAÇÃO: Os resultados desse experimento apontam para uma genética competitiva em relação às linhagens comerciais disponíveis nomercado, que apesar de atingir um menor peso de abate e ganho de peso diário, consome menor quantidade de raçãocom melhor conversão alimentar. Isso ocorre sem restrição alimentar, com impacto no bem-estar animal e, também,menor exigência de mão de obra na fase de crescimento e terminação (sobretudo entre suinocultores sem automaçãono arraçoamento).